Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

CENTRO HISTÓRICO-CULTURAL SANTA CASA

Avenida Independência
75
Centro Histórico
90035074
Porto Alegre
RS
.5132137258
http://www.centrohistoricosantacasa.com.br/
pesquisa.chc@santacasa.tche.br
Terças a sextas-feiras, das 09h às 13h Quartas e quintas-feiras, das 13h às 17h Dias e horários extras sob agendamento
Eventos:
  • CURSO LIVRE AS SANTAS CASAS DA MISERICÓRDIA: DIÁLOGOS ENTRE O PASSADO E O PRESENTE, De 03 a 07 de junho , Das 17h30min às 19h30min, O curso tem como objetivo conhecer o desempenho destas importantes confrarias, desde a sua criação até aos nossos dias; discutir a sua implantação e funcionamento em diferentes contextos e demonstrar a sua pertinência e atualidade nas sociedades em que estão inseridas. É, portanto, na longa duração que se fará o estudo destas instituições. Ministrante Prof. Drª. Maria Marta Lobo de Araújo Professora Associada com Agregação do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho/Portugal. É colaboradora do Centro de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa e membro da Academia Portuguesa de História. Desenvolve investigação com incidência particular na História das Misericórdias e da História Religiosa da Época Moderna. Tem integrado e dirigido projetos de investigação nacionais e internacionais e possui vários trabalhos publicados em Portugal e no estrangeiro e muitas obras premiadas.
  • Curso, 03 de junho, Das 17h30min às 19h30min, “A origem das Misericórdias: os contextos, os compromissos e os privilégios” Nesta sessão, pretende-se dar a conhecimento e evolução das Santas Casas, quer na metrópole, quer no império e constatar a forma como foram acarinhadas pela Coroa e aceites pelas populações locais, sublinhando-se os contextos em que foram erigidas. Os compromissos e os privilégios serão discutidos, a questão do Purgatório, o envolvimento das populações, os benfeitores e o apoio do Estado na prossecução dos seus objetivos.
  • Curso, 04 de junho , Das 17h30min às 19h30min, “A memória escrita das Santas Casas: os arquivos e a documentação” Pensar as Misericórdias é pensar a sua memória escrita e na importância desta para a construção histórica. O debate terá como linhas definidoras a composição dos principais núcleos documentais destes arquivos, mas igualmente a sua conservação e utilização.
  • Curso, 05 de junho, Das 17h30min às 19h30min, “O funcionamento interno: os irmãos, as eleições e os órgãos de gestão” Debateremos o funcionamento interno das Santas Casas, destacando a sua composição e as mudanças ocorridas na longa duração, quer no que diz respeito à categoria dos irmãos, quer em termos de órgãos gestores e de eleições. Assim, refletiremos sobre o numerus clausus e o seu desaparecimento, a presença de homens e a entrada das mulheres, mas igualmente as alterações na composição dos órgãos de gestão.
  • Curso, 06 de junho, Das 17h30min às 19h30min, “Os serviços da caridade e os tempos de mudança” Nesta sessão, analisaremos as 14 obras de misericórdia, destacando principalmente as corporais. É nosso objetivo dar a conhecer as práticas das obras de misericórdia em diversos contextos e ao longo do tempo, discutindo a sua representatividade em termos de recursos financeiros.
  • Curso, 07 de junho , Das 17h30min às 19h30min, “Os símbolos e os momentos de celebração: as Santas Casas em festa” Para terminarmos este curso livre, abordaremos os símbolos e os momentos de celebração das Santas Casas. Será tempo de analisar o seu patrimônio material e imaterial e as suas marcas definidoras. As suas igrejas, sacristias, capelas, hospitais, recolhimentos, museus, centros de memória, entre outros.
  • IV Jornada Sandra Jatahy Pesavento - 10 anos de falecimento da pesquisadora: Arquivos pessoais, trajetórias intelectuais e estudos de gênero, 08 de junho, Das 09h às 20h, A Jornada propõe debater as contribuições teóricas deixadas por Sandra Pesavento, considerando a sua trajetória intelectual e a importância da sua produção científica para os diferentes campos das ciências humanas e sociais. Em suas investigações, Pesavento privilegiou diferentes espaços da urbs e das sociabilidades, assim como recuperou histórias de mulheres e homens, especialmente aquelas/es do final do século XIX e início do século XX, que estiveram à margem da sociedade, em um território demarcado socialmente pela exclusão. O caráter crítico-reflexivo que Pesavento fez a respeito dessa subalternização nos permite, além do legado historiográfico, desdobramentos teóricos que oportunizam o surgimento de novas pesquisas articuladas aos estudos de gênero e a contribuição para a história das mulheres. O evento é uma parceria do Centro Histórico-Cultural Santa Casa, Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul e Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Organização: Nádia Maria Weber Santos, Luciana Gransotto e Centro Histórico-Cultural Santa Casa
  • IV Jornada Sandra Jatahy Pesavento, 08 de junho , 9h , Abertura Dr. Miguel Frederico do Espírito Santo - Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul Dra. Véra Lucia Maciel Barroso - Centro Histórico-Cultural Santa Casa Dra. Nádia Maria Weber Santos - Curadora do Acervo Sandra Jatahy Pesavento do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul
  • IV Jornada Sandra Jatahy Pesavento, 08 de junho, Das 09h30min , Mesa: Arquivos pessoais e sua importância na trajetória de intelectuais Dra. Maria Teresa dos Santos Cunha - UDESC/SC Dr. Antônio Herculano Lopes - FCRB/RJ Dra. Nádia Maria Weber Santos - IHGRGS e UFG/RS
  • IV Jornada Sandra Jatahy Pesavento, 08 de junho , Das 14h30min às 17h, Mesa: Contribuições da trajetória intelectual da historiadora Sandra Jatahy Pesavento para os estudos de gênero Me. Luciana Gransotto - UFSC/SC Me. Anelda de Oliveira - IHGRGS/RS Dr. Vanderlei Machado - Colégio de Aplicação - UFRGS/RS
  • IV Jornada Sandra Jatahy Pesavento, 08 de junho , Das 17h30min, Conferência de Encerramento Dra. Joana Maria Pedro - Presidenta da ANPUH Nacional - UFSC/SC
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, De 15 a 17 de junho , , Intitulado Encontro de História e Genealogia: fontes documentais e produção do conhecimento – dos Açores e do Rio Grande do Sul, ele reúne junto ao Centro Histórico-Cultural Santa Casa, promotor do evento, as instituições apoiadoras: a Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul, o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, o Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, o Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre e a Oficina das Origens. Juntos pretendem acolher os Arquivos Municipais e Estaduais – públicos e privados – para suas exposições. E conta com o prestígio e colaboração da Direcção Regional das Comunidades Açorianas e da Direcção Regional da Cultura, do Governo da Região Autônoma dos Açores/Portugal. O Encontro proposto pretende perseguir duas metas: – oportunizar a escuta de historiadores e genealogistas açorianos que irão socializar estudos e pesquisas relacionando os Açores com o extremo-sul do Brasil, além de informar sobre o potencial de fontes que os arquivos dos Açores oferecem à pesquisa sobre história e genealogia de açorianos que se estabeleceram, especialmente no Estado do Rio Grande do Sul; – reunir representantes dos Arquivos Municipais e Estaduais do Rio Grande do Sul, para apresentarem as fontes documentais e bibliográficas disponíveis em seus acervos, relacionados à presença açoriana em seus espaços em diferentes tempos. Após a realização do Encontro será produzido um Guia Geral de fontes documentais relacionadas à açorianidade, a partir dos acervos dos Arquivos Municipais e Estaduais, públicos e privados existentes no estado do Rio Grande do Sul, em conexão com o mapeamento dos acervos arquivísticos existentes nos Açores, no tocante à diáspora dirigida ao Brasil Meridional, entre o século XVIII e o XX.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 15 de junho , 08h30min, Abertura Pronunciamento da Vice-Cônsul de Portugal em Porto Alegre - Drª Filipa Mendonça Pronunciamento do Director Regional das Comunidades/Governo da Região Autônoma dos Açores-Portugal - Dr. Paulo Teves Pronunciamento da Directora Regional das Comunidades/Governo da Região Autônoma dos Açores-Portugal - Drª Susana Goulart Costa Pronunciamento do Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul - Dr. Miguel Frederico do Espírito Santo Pronunciamento do Provedor da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre - Dr. Alfredo Guilherme Englert Apresentação do Rancho Folclórico da Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul (CAERGS).
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 15 de junho , 09h30min, Palestra Introdução à formação étnica açoriana: povoadores e patrimônio material (formação étnica dos Açores ao longo dos séculos; fluxos migratórios em direção às ilhas; entreposto comercial; quem eram os judeus na região?; movimentação transcontinental com relevância à região; composição dos sobrenomes, resquícios materiais dos primitivos moradores, como lápides, inscrições, igrejas, etc.). Palestrante: Dr. Jorge Forjaz. Genealogista e Historiador. Angra do Heroísmo. Ilha Terceira/Açores-Portugal.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 15 de junho, 13h30min, Painel Dos Açores ao Brasil Meridional (séculos XVIII e XIX). - Dos Açores: fatores da diáspora açoriana; a legislação, os trâmites e as condições da emigração. Painelista: Susana Goulart Costa. Professora do Departamento de História, Filosofia e Ciências Sociais da Universidade dos Açores e Directora Regional da Cultura. Governo da Região Autônoma dos Açores/Portugal; - Do Brasil Meridional: contexto regional no século XVIII, acolhimento dos ilhéus e os desafios interpostos aos insulares, as migrações e os primeiros núcleos com açorianos; contexto regional no século XIX, acolhimento dos ilhéus e as suas condições de fixação). Painelista: Dr. Fábio Kühn. Professor do PPGHistória/UFRGS. Porto Alegre/RS. Mediador: Dr. Miguel Frederico do Espírito Santo. Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul/IHGRGS. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 15 de junho, 16h, Palestra: Os povoados planejados pelos engenheiros militares portugueses, para receberem os açorianos: uma mudança de paradigma. Palestrante: Luiz Fernando Rhoden. Arquiteto e Dr. em História. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 15 de junho, 17h, Palestra: Genealogia das famílias açorianas povoadoras de Taquari/RS: um estudo de caso (com indicação das fontes e acervos). Palestrantes: Diego de Leão Pufal. Genealogista e Servidor da Justiça/SC. Imbituba/SC; Viviane Wiedemann Velloso. Genealogista. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 16 de junho, 09h, Palestra A estrutura arquivística portuguesa e a genealogia açoriana na prática (a organização dos arquivos; fontes para a genealogia; tipologias documentais diversas: inventários, testamentos, notariado, dotes, habilitações De Genere, do Santo Ofício, outros tipos de habilitações e justificações, etc.). Palestrante: Dr. Jorge Forjaz. Genealogista e Historiador. Angra do Heroísmo. Ilha Terceira/Açores-Portugal.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 16 de junho, 11h, Palestra Potencialidades de pesquisa dos arquivos dos Açores (os arquivos existentes, seus respectivos acervos; os fundos documentais que possam interessar diretamente ao Rio Grande do Sul; as perspectivas e expectativas dos acervos; os instrumentos de busca existentes; as principais demandas, orientações para atendimento à distância; orientações para pesquisa virtual). Palestrante: Susana Goulart Costa. Professora do Departamento de História, Filosofia e Ciências Sociais da Universidade dos Açores e Directora Regional da Cultura. Governo da Região Autônoma dos Açores/Portugal.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 16 de junho, 14h, Palestra: Arquivo genealógico de Moacyr Domingues: de arquivo pessoal à produção intelectual (arquivos pesquisados; estrutura e organização do acervo; a geografia da movimentação açoriana; possibilidades de pesquisa). Palestrante: Vanessa Gomes de Campos. Arquivista do Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre/AHCMPA e do IHGRGS. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 16 de junho, 15h, Palestra Os primeiros núcleos açorianos no Rio Grande do Sul (o percurso que fizeram; as fontes documentais pesquisadas; a metodologia de trabalho; o processo de constituição do Memorial Açoriano). Palestrante: Luiz Antônio Alves. Genealogista, Escritor e Pesquisador. Caxias do Sul/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 15 de junho, 16h30min , Minioficina O trabalho com genealogia: orientações básicas. Ministrante: Dr. Jorge Forjaz. Genealogista e Historiador. Angra do Heroísmo. Ilha Terceira/Açores-Portugal
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 17 de junho, 08h30min, Painel O Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (APERS), órgão gestor do Sistema Estadual de Arquivos do RS: um panorama dos arquivos públicos e privados estaduais e municipais existentes no Rio Grande do Sul e sua organização (apresentação do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul como órgão gestor do SIARQ/RS; cenários dos arquivos existentes no Estado mapeados pelo Sistema Estadual de Arquivos; potencialidades do acervo do APERS para a história e genealogia açoriana). Painelistas: Cléo Belício Lopes. Arquivista/APERS. Porto Alegre/RS e Caroline Acco Baseggio. Historiadora/ APERS. Porto Alegre/RS. Mediadora: Vanessa Gomes de Campos. Arquivista do AHCMPA e do IHGRGS. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 17 de junho, 10h, Painel 1 de Arquivos Fontes para a história e genealogia açoriana em arquivos do Rio Grande do Sul: Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (AHRS) e Arquivo Histórico Municipal de Porto Alegre Moysés Vellinho (AHMPOA). Painelista: Vivian Eiko Fujisawa. Arquivista/AHRS. Painelistas: Ana Inês Arce. Arquivista e Historiadora/AHMPOA; Gabriel Russo Ferreira. Arquivista/AHMPOA e Vera Lucia Santos dos Santos. Arquivista/AHMPOA.Mediadora: Edna Ribeiro de Avila. Historiadora do CHC Santa Casa. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 17 de junho, 11h, Painel 2 de Arquivos Fontes para a história e genealogia açoriana em arquivos do Rio Grande do Sul: Arquivos Eclesiásticos e Arquivo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Painelista: Vanessa Gomes de Campos. Arquivista do AHCMPA e do IHGRGS. Porto Alegre/RS. Mediadora: Carla Marques Gomes. Presidente da Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul. Gravataí/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 17 de junho, 13h30min, Painel 3 de Arquivos Fontes documentais para a história e genealogia açoriana em arquivos do Rio Grande do Sul: Arquivo/acervo do FamilySearch e Arquivo Central do Centro Histórico-Cultural Santa Casa/ISCMPA. Painelistas: Jorge Todeschini. Consultor de Templo e História da Família do FamilySearch. São Paulo/SP e Lauro Romeiro. Consultor de Templo e História da Família do FamilySearch. São Leopoldo/RS. Painelista: Véra Lucia Maciel Barroso. Historiadora do CHC Santa Casa e Diretora do Depto. de História da Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre/RS. Mediador: Diego de Leão Pufal. Genealogista e Servidor da Justiça/SC. Imbituba/SC.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 17 de junho, 14h30min, Painel 4 de Arquivos Fontes documentais para a história e genealogia açoriana em arquivos do Rio Grande do Sul: Arquivos Municipais. Painelistas: Representantes de municípios inscritos. Mediadora: Véra Lucia Maciel Barroso. Historiadora do CHC Santa Casa e Diretora do Depto. de História da Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre/RS.
  • Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, 17 de junho, 15h30min, Painel: Guia de fontes para a história e genealogia açoriana (Açores e Rio Grande do Sul). Orientações básicas e assinatura de Protocolo de Intenções: Dr. Jorge Forjaz (Genalogista dos Açores), Drª Susana Goulart Costa (acervos dos Açores), Dr. Miguel Frederico do Espírito Santo (Presidente do IHGRGS), Arquivista Vanessa Gomes de Campos (Diretora do Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre), Carla Gomes (Presidente da CAERGS), Drª Véra Lucia Maciel Barroso (Coordenadora do Arquivo Central/CHC Santa Casa de Porto Alegre e Diretora do Depto. de História da Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul), Rosani Maria Porto Silveira (Coordenadora do Arquivo Geral/Santa Casa de Porto Alegre).
  • Exposição Virtual, 03/06/2019 a 31/05/2020, , Exposição Caminhos dos Arquivos:Nossas Histórias, Nossas Heranças - Exposição virtual em ação conjunta com APERS e demais instituições gaúchas detentoras de acervo arquivístico e de memória.
Fim do conteúdo da página